19 de junho de 2007

O livro azul dos bonecos


No livro azul dos bonecos
eu ouvi rumores e ecos
de bruxas sonolentas
e de magos patarecos.
Fechei-o a sete chaves,
escondi-o em sotãos e caves
e no porão fundo das naves,
e no mais fundo de todos
encontrei um diamante
que era o olho postiço
de um pirata navegante
lá das bandas do Levante.


poema de Luís Infante
ilustração "Late night reading" de Chum Mcleod

Sem comentários: