11 de junho de 2007

Noite

Sózinha estou entre paredes brancas
Pela janela azul entrou a noite
Com o seu rosto altíssimo de estrelas.


Sophia de Mello Breyner Andresen

Sem comentários: