1 de agosto de 2007

as que pousam

algumas palavras voam
fogem de serem ditas
mas sempre acabam pousando
nos lábios de algum sonhador


poema de Paulo, do blog Coisas do Chão

Sem comentários: