16 de maio de 2009

Mãe

Minha mãe querida
minha luz que me guia,
minha flor do jardim
minha caixa de magia.

Venha uma tempestade,
venha um tufão,
eu sei que estás sempre
no meu coração.

Os teus olhos
azuis como o mar,
são quem faz da minha tristeza
umas asas para voar.

És a melhor mãe do mundo,
única e presente.
e é isso que te faz
a mãe mais reluzente.


Inês Matos
(filhota)

7 comentários:

Subsenso disse...

=]

Dina disse...

Olá

O JP e as pessoas com deficiência e necessidades especiais precisam de ser ouvidas.

AJUDA A FAZER A DIFERENÇA

assina a petição e passa ao teus contactos.

Obrigada

Petição Ajudem a ter o que temos direito- Uma cadeira para deficiente de 4 anos http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N85

Karla Thayse disse...

Tudo encanto por aqui

beiijo

crica fonseca disse...

Amei seu blog!
Voltarei mais vezes, ok?
Um abraço,
Crica

Bloguinho da Zizi disse...

muito lindo o seu blog.
estou aqui do outro lado do oceano te acompanhando.
beijinhos

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Carol Timm disse...

Oi Ana,

Passei por aqui para levar este poema para a Casa de leitura!
http://casadeleitura.blogspot.com/

Ele é mesmo muito lindo!

Beijos,
Carol