6 de setembro de 2007

O cavalo e o sonho

Um cavalo de crina branca
entrou-me pelo sonho
com um alegre relinchar.
Levou-me para uma ilha,
que era a quinta maravilha
do seu mundo de brincar.
Quis-me ensinar a montar,
mas eu fui parar ao chão,
onde vi uma ferradura
com forma de coração.
Acordei sobre uma sela
com a rédea na mão.


Luís Infante

Sem comentários: