2 de março de 2007

Ausência



Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua

Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.


poema de Sophia de Mello Breyner Andresen
ilustração "Scent Memory" de Andrea Cobb

1 comentário:

Marilac disse...

Ana,
Lindo poema sobre saudade!

E a ilustração suave combina perfeitamente com o poema
bjs

Marilac